quinta-feira, 28 de maio de 2009

Necas


sempre fui a tua irmã-mãe...
dei-te a mão para os teus primeiros passos
acompanhei-te para a escola
defendi-te no recreio
ensinei-te as primeiras letras
ouvi os teus discursos de apresentação de trabalhos
aprendi as coisas mais absurdas de electrónica quando andavas na universidade
dei-te o meu apoio quando quiseste ir para o estrangeiro tirar o doutoramento
fui eu a tua ancora para o mundo...
mas entretanto fui mãe...
achei que já não precisavas de mim...
enganei-me...
enquanto eu lutava contra os meus demónios..tu travavas uma luta contra ti próprio...
desculpa-me...não vi que precisavas de mim...
desculpa não ter visto os sinais...
não estar lá quando precisaste
Eu estou aqui...basta olhares...consegues ver isso???
Adoro-te meu lindo irmão!!!

6 comentários:

Três Mulheres disse...

Ó miga, é incrível a semelhança...
Eu acho que somos sempre precisas nem que seja para marcar presença, estamos cá para o que der e vier!
Nunca desistir...
Besos fuertes de tu compañera, lo sabes...

Felina disse...

Amor é .... muita coisa ... mais o que acabaste de escrever

As mulheres podem parecer frageis mas são as principais âncoras da familia

beijos

A Princesa disse...

Quem me dera ter um irmão ou uma irmã para poder dizer isso...
Sortuda!

Bj

Asas de Joaninha disse...

Es a maior... Se tivesses manos, kia uma igual a ti...
Bjinho*

Sacerdotisa disse...

Dida,

Não queres adotar uma irmã aqui no Brasil???

Adorei o post, lindo demais!

Beijos, querida!

Dida Prazeres disse...

Obrigada pelas vossas palavras...fiquei de facto comovida!!!

Beijo grande e claro que posso sempre ser a vossa irmã virtual, não é o que somos??? :D