sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

silêncio


no escuro oiço-te...
liberto as minhas palavras na esperança e encontar um eco em ti...
ecos espero...
na sua ausência me atormento...
não o manifesto, mas sinto o vazio...
a falta da tua voz...
da tua mão...
o teu abraço quente!
Sinto a tua falta!!

14 comentários:

luís disse...

Dida:

Vais ver que logo encontras outra voz, outra mão, outro abraço, que suprima a falta que te atormenta.

Beijo grande.

Dida Prazeres disse...

Obrigada, Luís!!

Beijooooo grande tb para ti!!

Três Tempos disse...

Miga,
Não reforço as palavras do Luis porque não creio que seja assim tão linear, contudo, deixo-te um daqueles abraços sentidos e envolventes para que te sintas apoiada, porque há coisas que têm mm de ser vividas e só o tempo as relativa...
Te cuida chica!

Blue disse...

Chiuuuuuu...sente o meu conforto...beijocas fofinhas...

kiss

luís disse...

Dida:

Já que estas no escuro, se eu entrar por aqui as apalpadelas resolve alguma coisa?

Pantas disse...

Ahhh esses momentos se não existissem, será que sentíamos a falta? Vivemos de necessidades, suporta-se a carga de uma ausência ou de indiferença esteja ao nosso lado ou a uma distância indefinida, mas sentimos, seja do desejo, a voz, as palavras ou de ter por perto nem que seja para sentir aquele calor por dentro…!
ok...tb resulta uma dose de rum branco uma colher de açucar um pouco de limão a gosto gelo picado um pouco de agua com gaz e o truque da folha de hortelã esmagada...!

Dida Prazeres disse...

sim, TT... é por aí!! ;)
Beijo bem grande!! mas me cuido, claro!!!! :D

Dida Prazeres disse...

Obrigada, Princesa Azul!!

Beijooooooooo

Dida Prazeres disse...

Luís... resolve??? huummm... opá... ser apalpada??? ou queres brincar ao quarto escuro??? loool

Dida Prazeres disse...

Pantas, eu aposto na ultima hipotese!! então se for a ver um belo por do sol!! vou ao céu!!! ;)

luís disse...

Se ajudar... com "ecos" e gemidos.

z.desaparecido.a disse...

Fantasminha brincalhão
Dá-me cá a tua mão
Vamos os 2 fazer
Bu Bu Bu BU!!!

Pantas disse...

Vou respirar um chesterfield e pensar no teu céu...!

Vontade de disse...

Acho que te consigo entender. Talvez bem de mais.