terça-feira, 22 de setembro de 2009

tangos!

Rita era Laura e a Laura era a Rita, no entanto só se encontravam por breves instantes… na maioria das vezes entre o abrir e o fechar de uma porta.
A Rita acordava com o despertador… deslizava em silencio para o duche… vestia-se e acordava o marido com o habitual sussurrado : «são horas…»
Ia ao quarto das crianças e delicadamente beijava-as para despertarem dos seus sonos… Ajudava os mais pequenos na roupa e preparava o pequeno almoço para todos.
Enquanto a família comia, organizava a lista de compras e os jantares dos próximos dias…
Depois de deixar as crianças na escola, seguia para o trabalho…
Enquanto isto, Laura dormia…
Rita realizava as suas horas de trabalho com um profissionalismo louvado por todos… estava sempre presente e pronta a apoiar tudo e todos!
No fim do dia ia buscar os filhos… ia ao supermercado e enquanto fazia o jantar dava atenção a um e a outro nas tarefas que as crianças precisavam…
Jantavam todos e quando os miúdos iam para a cama o marido chegava…
Dava-lhe um beijo na cara e perguntava-lhe pelo dia… a resposta sempre vaga não lhe tirava o sorriso de boas vindas…
Laura acordava por esta hora… com uma preguiça própria da sua maneira se ser…
«Até logo… não esperes por mim! Tenho trabalho de grupo e já sabes que essas coisas demoram… » dizia Rita ao marido
«sim…. Eu também já vou dormir… por isso não faças barulho quando chegares!!»
Rita abria a porta de casa….
Laura fechava a porta, pronta para mais uma noite!
Esta noite era salsa… tinha a certeza que iria encontrar aquele moreno que tinha visto na semana anterior…
Olhou para o espelho do elevador e torceu o nariz… que imagem mais antiquada, pensou!!
Tirou o batom vermelho e pintou os lábios… acentuou o rímel e com as mãos deu um ar mais selvagem ao cabelo… já no carro tirou a camisa de corte clássico, a saia cinzenta… e colocou os jeans bem justos e um top preto!!!
Entrava na sala… parecia que todos olhavam para ela… não era bonita, mas tinha algo nela que atraia a atenção… movia-se com segurança e charme!
Olhou em busca do tal moreno… nem era preciso…ele já estava à espera dela… mal a musica começou, encaixaram-se e assim ficaram toda a noite… coxa entre coxa… cara na cara… suor no suor… ritmos conjuntos!!
Fim da musica, beijaram-se… um beijo de desafio…
Sim.. eu vou… foi a resposta de Laura!
E foram… a dança continuou… com o mesmo calor… mas agora sem outros olhos… só eles… corpos suados com desejo…
Laura saiu de casa dele… rumou para o carro… tirou os jeans e o top…
Rita entrou em casa… em silencio… entrou na cama… amanhã era mais um dia!!

Rita era Laura e a Laura era a Rita, no entanto só se encontravam por breves instantes… na maioria das vezes entre o abrir e o fechar de uma porta…

8 comentários:

Secreta-Mente disse...

Dentro de nós ha multiplas pessoas.......

Pantas disse...

Olá dida
Voices...ahahaha quem n as tem, diverti-me com este texto.

Felina disse...

Por acaso não estás a falar da super mulher?

Blue disse...

Nós somos mesmo mulheres! ;)
Adorei! :)

kiss

Dida Prazeres disse...

Secreta-Mente... a thousand faces... ;)

Beijoooooooo

Dida Prazeres disse...

Pantas, é o problema de quem multipla personalidade...diverte uns... mas principalmente provoca muita confusão noutros!! looooool

Beijoooooooo

Dida Prazeres disse...

Felina é isso... super mulher... Weeeeeeeee... lá vai ela de um lado para o outro!!! hihihihi


Beijoooooooo

Dida Prazeres disse...

Blue...e especiais... é isso... super especiais!!! :)


Beijoooooooo